Domingo, 24 de Abril de 2005

Olegario Schmitt

Autobiografia


Meus sapatos são canetas.
Não deixo rastros,
deixo letras.

Meus caminhos são poemas.
Não deixo lágrimas,
deixo tremas.

Assim vou andando
na minha estrada de papel,
pendurando as estrelas
num cordel.




Olegario Schmitt
publicado por CONSTALVES às 14:06
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De yodleri a 16 de Janeiro de 2008 às 03:59
Este poema é extraordinário!!!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Caetano Veloso

. Andrea Paes

. Samih al-Qasim

. W. H. Auden

. Ana Marques Gastão

. Eva Christina Zeller

. Casimiro de Brito

. Ana Luísa Amaral

. Fiama Hasse Pais Brandão

. Daniel Faria

.arquivos

. Agosto 2008

. Janeiro 2008

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Abril 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds